Pisa: excelente bate-volta para quem está em Florença na Itália

A Torre de Pisa, sem dúvida, é uma das atrações turísticas mais famosas do mundo. É um dos principais cartões postais da Itália, sendo uma atração muito procurada e fotografada. Então, passar por Pisa deve fazer parte do roteiro de quem está viajando pela Itália.

 

As principais atrações da cidade de Pisa estão concentradas na Piazza dei Miracoli de Pisa, complexo religioso onde encontra-se a famosa Torre de Pisa junto do Duomo, Batistério e o Campossanto. Assim, o bate-volta torna-se bem fácil, pois as atrações principais estão em um único local.

 

Como chegar

A maneira mais barata e fácil de se chegar à Pisa desde Florença (Firenze) é de trem. Na estação central de Florença, você deve embarcar no trem para Pisa, podendo comprar a passagem na hora, na máquina, pagando com cartão de crédito ou dinheiro.

Após comprar a passagem, procure no monitor o horário do próximo trem para Pisa Centrale e se dirija até a plataforma. Importante: antes de embarcar no trem, valide sua passagem na máquina.

Existem opções de trem expresso e de trem parador par Pisa Centrale. Tente ir no trem expresso, porque ele faz menos paradas e você chegará em Pisa Centrale em cerca de uma hora.

Descendo em Pisa Centrale, você poderá optar por uma das três opções para chegar até a Torre de Pisa:

– Ônibus: embarque na linha LAM Rossa, bem em frente a estação e desça próximo a Torre de Pisa.
– Táxi: em frente a estação você pode pegar um táxi até a Torre de Pisa.
– Caminhando: são quase 2 km da estação Pisa Centrale até a Torre de Pisa – uma caminhada agradável. Optamos por ir caminhando e nem percebemos a distância, levando cerca de 20 minutos. O lugar é bonito e você atravessará uma ponte sobre o Rio Arno. Siga as placas que indicam o caminho para a Torre Pendente de Pisa ou Campanile de Santa Maria.

 

O que ver?

Chegando na Piazza dei Miracoli (Praça dos Milagres) você certamente se deparará com muitas pessoas tirando fotos e tentando fazer poses diferentes fingindo estarem segurando a torre de Pisa.


 

Sem dúvida, a principal atração é a Torre de Pisa. Então, não perca tempo e comece a tirar suas fotos da torre, tentando várias poses diferentes segurando a torre como manda a tradição…

A Torre de Pisa, projetada para abrigar o sino da catedral de Pisa, foi construída em um terreno de argila e areia, materiais que não são adequados para sustentar uma edificação do porte da torre. A construção começou em 1173 e quando a construção ainda estava no terceiro andar, já se notou uma leve inclinação, devido ao afundamento do terreno e também ao assentamento irregular das fundações da construção.

 

Bonnano Pisano, engenheiro responsável pela obra, tentou compensar a inclinação projetando os próximos cinco andares ligeiramente mais elevados do que o lado em que a torre pendia para baixo. O projeto não deu certo e fez com que a torre afundasse ainda mais.

A construção só termino em meados de 1450 e várias tentativas foram feitas para tentar corrigir a inclinação, mas não foram bem sucedidas. Em 1990, a inclinação em relação ao eixo alcançou 4,5 metros e a atração foi fechada ao público.

Em 1997, iniciou-se uma nova tentativa para evitar o desmoronamento da Torre de Pisa. A obra custou 25 milhões de dólares e somente foi concluída em 2001. O resultado foi uma redução de 40 centímetros da inclinação da torre, o que permitiu que a famosa atração fosse reaberta ao público em dezembro de 2001.

Além de tirar muitas fotos de diferentes ângulos da torre, você pode subir até o topo dela. São aproximadamente 300 degraus. O ingresso pode ser comprado no dia, mas a fila pode ser gigantesca dependendo da época do ano. Uma boa opção é comprar o ingresso com antecedência pela Internet, agendando o dia da visita. Atenção: o ingresso somente e necessário para quem quer subir, somente para tirar foto do lado de fora não é preciso do ingresso.

Além da Torre de Pisa, a Catedral de Pisa chama a atenção na Piazza dei Miracoli. Ela desenhada pelo arquiteto Buscheto e é muito bonita, rica em detalhes. A entrada é gratuita, mas espere encontrar filas se estiver visitando durante o verão europeu.

 

O Batistério é um monumento clássico da arquitetura européia, tendo um formato redondo, com uma bela cúpula e com muitos detalhes. É o maior batistério de toda a Itália. Para visitá-lo é preciso comprar a entrada.

 

Esses são os três monumentos mais famosos de Pisa e todos eles estão na Piazza dei Miracoli, facilitando a visitação.

Para voltar à Florença, basta fazer o caminho de volta até a estação de trem. A passagem pode ser comprada na hora sem problemas. Não esqueça de validar a passagem antes de embarcar, para evitar problemas com a fiscalização.

 

Vale a pena?

Sem dúvida, é um excelente bate-volta para quem está em Florença e também uma importante parada para quem está viajando pela Itália.

Em Pisa você terá a oportunidade de conhecer um dos monumentos mais famosos do mundo, que é a Torre de Pisa. E o bate-volta é super simples e bem barato.

 

Deixar uma resposta